TIAGO OLIVEIRA

TIAGO OLIVEIRA

TIAGO OLIVEIRA

TIAGO OLIVEIRA nasceu em Nova Iguaçu / RJ em 20 de junho de 1979, Tiago sempre foi um leitor ávido e, como muitos brasileiros, teve seu primeiro contato com os quadrinhos por meio das histórias da Turma da Mônica em meados da década de 80. À partir daí teve contato com vários outros personagens e cenários ao longo dos anos que se seguiram, Disney, DC Comics, Marvel Comics entre outras editoras.

Mas, em dezembro de 1989 ao receber seu presente de natal, um “Phantom System da Gradiente” (um dos diversos “clones” do Nintendo Entertainment System – NES que foram comercializados por aqui na época, pois a Nintendo não tinha representação oficial no Brasil, ele também descobriu uma outra grande paixão da sua vida, os games (já tinha ganho um Atari no aniversário de 5 anos, mas não tinha sido tão impactante). Por volta de 1993, como frequentador assíduo de locadoras, teve contato com um dos jogos que mais marcou sua vida, o game Ninja Gaiden II – Dark Sword of Chaos. A abertura do jogo, que consistia de uma “Cinematic” com tiras de arte semi-estática que reproduzem um estilo mangá, junto do texto contando a história do jogo (esse mesmo padrão se repetia ao final de cada uma das fases) trazendo uma dinâmica e emoção fora do comum para o padrão dos jogos que ele conhecia até então.

Com mais essa referência Tiago, apaixonado pelo traço/produções nipônicas como Tokusatsus (Fãs de Jaspion, Changeman e Flashman levantem a mão o/) e Animês (O primeiro que ele assistiu foi o velho “Pirata do Espaço” na extinta Rede Manchete) se viu irremediavelmente ligado a cultura japonesa indo, finalmente, procurar Mangás para encher suas estantes.

Contudo, no início de sua vida adulta (fim dos anos 90), impulsionado pelo desejo de obter sua independência financeira, ele escolheu os caminhos do TI (Tecnologia da Informação) como sua resposta a seu amor por tecnologia e histórias fantásticas, especializando-se ao longo dos anos nas áreas de Internet, Rede, Hardware e Segurança da Informação/Comunicação. Mas, infelizmente, essa corrida profissional resultou em um hiato no seu colecionismo de quadrinhos.

Mas, mesmo durante esses anos, sempre estava em contato com todas as mídias que amava em seus momentos de lazer e, em 2009, recebeu um dos maiores presentes de sua vida, o nascimento de sua primeira filha Sara. Crescer em um lar onde tantas influências culturais pipocavam em todos os cantos começou a produzir resultado muito cedo. Com 2 anos de idade ela já batia palmas para uma orquestra tocando os temas mais famosos dos videogames na sala de casa junto de seu pai (Assistindo o DVD da Video Games Live Orchestra), com 4 anos já começou a demonstrar que havia herdado de sua mãe o dom do desenho e começou a demonstrar uma qualidade de arte bem superior a de crianças da sua idade. Alguns anos mais tarde, visando lapidar o talento de sua pequena filha, o pai Tiago procurou uma escola de desenho para matriculá-la e acabou por receber ótimas recomendações do Curso de Desenho Graphite. Ao chegar no curso e atestar a qualidade, tanto das instalações como dos professores e da metodologia do curso, sabia que tinha feito a escolha certa. Contudo, o que ele não esperava era que, enquanto acompanhava sua filha nos fins de semana nas aulas, as conversas com o Diretor-Geral do curso Wagner Macedo fariam ele encontrar um fã tão apaixonado quanto ele pela arte e ainda que poderia lhe apresentar mais universos do quadrinho que ainda não conhecia, desde o Fumetti Italiano aos quadrinhos de origem Franco-Belga e Argentinos, obras com estilo narrativo e visual únicos, arrebatadoras.

Então depois de tantas conversas e de identificar em Tiago uma pessoa com o verdadeiro amor pela arte e pelos quadrinhos, veio o convite. Wagner perguntou a Tiago se ele toparia tentar iniciar um trabalho de começar uma editora de quadrinhos e, de alguma forma, o auxiliar a alcançar um sonho de retribuir tudo o que os quadrinhos e a arte já haviam proporcionado a ele na vida. E a resposta de Tiago hoje é conhecida em cada arte, seção e página deste site. Ele é muito agradecido pelo convite de Wagner e acredita que, muito em breve, poderá até mesmo realizar o sonho de adolescente de publicar uma história autoral sua.

× Whatsapp